SERVIDORES BRASIL X EUA

Por BH Servers
Em Mitos e Verdades
17, out, 2014
Nenhum Comentário
195 Views

Muitas pessoas nos procuram perguntando se trabalhamos com servidores no Brasil.
Farei então uma comparação entre os servidores nos dois países.

Vamos lá…

O primeiro questionamento em relação ao servidores EUA x BRA é sua localização.
Ok, neste ponto não temos o que discutir. Servidores no Brasil estão mais próximos dos brasileiros, logo, pings mais baixos.
E a estrutura? É ai que vem o problema.

No Brasil, como todos sabem, tudo é mais caro e é claro que Datacenters também seriam.

Vamos fazer uma breve comparação de valores usando duas referências de exemplo:

   Serviço de Dedicado no Brasil:

Atualização: Preços de 2014. Os valores subiram em torno de 60% após a entrada de alguns impostos.

 

 Serviço de Dedicado nos EUA (preços de 2014 com o dólar a 2,05):

Atualização: Preços de 2014. O dólar estava em torno de 2,20 e é responsável pelo preço final de servidores dedicados internacionais.

Como é possível perceber, o preço é mais do que o dobro entre um dedicado nacional e um localizado nos EUA. Portanto vender VPS nacional por exemplo, elevaria de forma absurda os custos, tornando inviável a comercialização, principalmente se o objetivo de uso do VPS, for jogo.

 

Um outro ponto importante é a qualidade da internet entre os dois países.

Para um VPS suportar um grande tráfego, é necessário ter um bom link de internet. Não adianta ter baixo ping se a qualidade da internet é ruim. Ou seja, muitas vezes é melhor ter um ping mais alto com a rede livre para trafegar dados , do que um ping baixo com a internet congestionada.

Vamos comparar os dois países:

Brasil: A Anatel estipula que os provedores de acesso tenham de fornecer um mínimo de 20% da internet. Ou seja, quando você contrata 100mb/s, na verdade tem garantido 20mb/s

EUA: Os provedores normalmente possuem condição de oferecer 100% da banda contratada. Ou seja, você contrata 100mb/s e em casos de atividade normal, recebe 100mb/s

Um estudo mostra que a conexão do Brasil é uma das piores entre os países que consomem muito tráfego. Perdendo inclusive para a Malasia, Cingapura e Israel.

Fonte do estudo – Akamai e Fonte da imagem: Revista Veja

 

Um outro detalhe é que os maiores servidores de jogos multiplayer, NÃO possuem centrais no Brasil e todos jogam da mesma maneira.

Por fim, a conclusão que chego é que se puder investir alto, vale a pena contratar servidores no Brasil, desde que não precise tanto de tráfego. Sabendo que se o objetivo é retorno financeiro, ele poderá voltar como dívida.

Se prefere preço baixo e qualidade mais elevada tanto de equipamento quanto de tráfego, escolha os servidores nos EUA que não possuem pings tão assustadores, mas os preços são mais da metade dos praticados no Brasil.