Dúvidas sobre latência entre o Metatrader e o Mercado Nacional

Por BH Servers
Em Semi Dedicados
11, ago, 2021
Nenhum Comentário
1261 Views

Frequentemente somos questionados por clientes ou interessados em operar no mercado financeiro brasileiro, sobre os valores das latências que oferecemos aos nossos clientes. É muito comum recebermos perguntas sobre latências de entre 1 ms e 5 ms para a B3 ou XP.

Atualização: Esse texto foi totalmente atualizado no dia 13/10/2021, pois retornamos com servidores em São Paulo. A Latência agora pode realmente se manter em 1ms até a B3, desde que a escolha do plano seja a correta para sua finalidade de uso.


Nosso Caso

Por muito tempo trabalhamos com servidores em São Paulo, que possuem um custo mais elevado. Buscamos então uma localização estratégica em Minas Gerais para conseguirmos manter um preço competitivo sem sacrificar totalmente a latência para os principais centros urbanos. Porém a qualidade passou a ser inferior ao que esperamos para nossos clientes, de forma que retornamos com os servidores em São Paulo. Acreditamos que vale a pena investir um pouco mais (tanto nós quanto o cliente), se a qualidade do serviço prestado será superior. Preços muito baixos, podem sair caro e recentemente tivemos mais uma prova de que isso é verdade, pois o datacenter de Minas Gerais passou por vários dias de oscilação de rede.

Uma comparação

De acordo com algumas páginas encontradas no Google, o tempo de um piscar de olhos é, em média, de 300 a 400ms. O mesmo que 0,3 e 0,4 segundos. Portanto considerando que o cliente queira operar em São Paulo e adquiriu um servidor em Quebec, que possui em torno de 150ms, o tempo de resposta entre os dois pontos ainda seria a metade do tempo de uma piscada de olhos.
Porém para quem quer operar em São Paulo, nossos servidores brasileiros temos uma latência é de 1ms até 8ms em SP, o mesmo que 0,001 até 0,008 segundos. É uma velocidade tão grande, que poderíamos até dizer que é imediato.

Precisamos então levar em consideração duas diferenças entre o Brasil e a América do Norte: Qualidade estrutural.

A qualidade dos datacenters norte-americanos é superior a qualidade dos datacenters brasileiros, tanto em nível de qualidade de equipamentos eletrônicos, quanto a nível humano. A qualidade do atendmiento, experiência e organização desses datacenters pode resultar em lucros para sua atividade, enquanto o SLA mais baixo dos datacenters brasileiros podem resultar em alguma perda, que deve ser considerada no momento da montagem da estratégia. Por outro lado uma latência mais baixa pode resultar em mais lucro.

Para seu conhecimento: Para quem opera nos Estados Unidos, a média é também de 17ms desde os servidores de Quebec ou entre 1 e 20ms em New Yersey. Na Europa é em torno de 50ms

 

Fatores que podem influenciar na performance

Um favor que pode influenciar negativamente é a utilização de robôs, visto que cada robô foi programado de uma forma diferente e pode exigir uma latência maior ou menor. Alguns operam muito bem com 500ms, enquanto outros precisam realmente dos 1 a 8ms.

A escolha incorreta de plano pode fazer uma grande diferença, pois uma falta de processador, por exemplo, atrasaria o tempo de resposta e consequentemente aumentaria a latência. Portanto é extremamente importante saber escolher o plano correto.

Conclusão

Na grande maioria dos casos a latência não é o ponto mais importante. Outras escolhas equivocadas podem influenciar negativamente, enquanto as escolhas certas podem tornar a latência irrelevante, como operar em locais que privilegiam os servidores norte-americanos, que possuem uma estrutura muito superior a estrutura brasileira.

Contamos com localidades diferentes que podem atender a uma grande variedade de mercados financeiros mundiais, especialmente os brasileiros, norte-americanos e europeus.
E, por fim, 1 a 8ms é mais do que suficiente para se operar em mercados como a B3 ou XP.